Pessoal

Saia do automático e espalhe gentileza: a lei do retorno pode ser boa

É difícil não se deixar abater pelo cotidiano. Mesmo caminho, mesmas pessoas, mesmo trabalho. É como se, para evitar questionamentos sobre os rumos da vida – normalmente acompanhados de uma pitada de sofrimento, arrependimento e sentimentos afins – entrássemos no modo automático, aceitando inconscientemente nosso destino, seguindo a manada. E quando se trabalha e estuda, então, as… Continuar lendo Saia do automático e espalhe gentileza: a lei do retorno pode ser boa

Pessoal

Da intimidade

 O professor e seu terno entraram sisudos na sonolenta aula de direito. A rotina era implacável e já havia transformado a sala de aula em mais um tropeço no meio do caminho, como tantos outros do dia a dia. Ele estava lá, mas não estava. Mas os alunos também estavam lá, sem estar. Ele estava no… Continuar lendo Da intimidade

Pessoal

A Felicidade está nas pequenas coisas

Encerrado o expediente, hora de correr para a faculdade. Aula super importante, professores exigentes, matéria interessante. Aquele corre-corre pelo centro da Paulicéia, com direito a passar todos os dias pelos cartões postais do Fórum João Mendes e Igreja da Sé. Passos apressados na rua Riachuelo, seis horas e já é possível sentir o cheiro forte… Continuar lendo A Felicidade está nas pequenas coisas